Vote para eleger o Homem Mais Bonito e Sexy do Brasil

sexta-feira, 5 de agosto de 2016

Imprensa internacional se rende à festa brasileira na abertura da Rio 2016


As cores e o samba brasileiros foram festejados pela imprensa internacional, que encheu de elogios a cerimônia organizada pelo país para abrir a trigésima primeira edição dos Jogos Olímpicos de 2016, que começou nesta sexta-feira no Rio de Janeiro. Pode-se dizer sem exageros que o evento foi uma unanimidade mundo afora.
Mesmo já se sabendo previamente que ele não participaria da festa, depois que alegou problemas de saúde para não participar do acendimento da pira olímpica, a ausência de Pelé não passou despercebida, com vários meios de comunicação mundo afora destacando o fato. Citado como “lenda do futebol brasileiro” pela BBC e “atleta do século” por outros veículos, muitos lamentaram o desfalque. O The Telegraph, por exemplo, destacava durante a cerimônia “a celebração da cultura e da história do Brasil, mas sem Pelé”. Depois, lembrou que o corredor Vanderlei Cordeiro de Lima foi um tapa-buraco diante da ausência do rei do futebol.
repercussão internacional, cerimônia de abertura, the telegraph (Foto: Reprodução / The Telegraph)The Telegraph fala da festa, mas lembra ausência de Pelé (Foto: Reprodução / The Telegraph)
E sem Pelé, a eleita como “embaixadora” do Brasil no mundo foi a supermodelo Gisele Bündchen, talvez a brasileira que participou da festa mais conhecida lá fora. Ela foi classificada como “deslumbrante” pelo Mirror, por exemplo, e descrita pelo USA Today como “uma das celebridades famosas o suficiente para serem reconhecidas universalmente apenas pelo seu nome”. Por fim, a NBC lembrou que ela desfilou como “a garota de Ipanema”, fazendo referência à música de Tom Jobim e Vinícius de Morais executada na hora em que ela passeava pelo Maracanã.
repercussão internacional, cerimônia de abertura, nbc (Foto: Reprodução / NBC)NBC se rende à "garota de Ipanema" Gisele Bundchen (Foto: Reprodução / NBC)
A parte festiva também agradou. Os britânicos Mirror e BBC foram só elogios. O primeiro estampou uma manchete dizendo que “o Rio dá as boas-vindas ao mundo com uma abertura espetacular” e o segundo se referiu a uma “cerimônia de abertura brilhantemente coreografada”. 
Os comentários positivos continuaram pelo mundo. O espanhol Marca chamou a festa de “um espetáculo de luzes, imagens e sons”, se empolgando ao lembrar a mensagem que a festa de abertura propôs: “salvemos o planeta”. Mesmo tom adotado pelo The Guardian: "Um contraste interessante das duas últimas cerimônias de abertura. O tema de Pequim 2008 foi 'A China é ótima', Londres 2012 foi 'a Grã-Bretânia era ótima'. O tema de hoje à noite? Ou nós começamos a fazer alguma coisa sobre o meio ambiente ou talvez nós não tenhamos muitas olimpíadas para celebrar no futuro".
Em outra matéria, o jornal espanhol falou de “um espetáculo no Maracanã de luzes, sons... e uma impressionante Gisele Bundchen”. Já o italiano RAI se referiu a uma “cerimônia coloridíssima”. Enquanto que o The New York Times chamou de “espetáculo inspirador”.   
repercussão internacional, cerimônia de abertura, marca (Foto: Reprodução / Marca)Marca fala de "uma impressionante Gisele Bundchen" (Foto: Reprodução / Marca)
Normalmente críticos, os argentinos também se renderam à festa. O La Nacion chamou a abertura de “um espetáculo vibrante” e o Olé dividiu sua manchete em duas partes: na primeira, estampou um “somos locais outra vez”, dizendo que a delegação liderada pelo porta-bandeira Luis Scola (jogador de basquete) foi uma das mais aplaudidas no Maracanã; e a segunda com um “começaram os jogos”, ressaltando uma “cerimônia inaugural colorida”.
Num tom mais pesado, o francês Le Mond lembrou que o Brasil organiza os Jogos num momento em que o país está marcado pela “recessão econômica, escândalos de corrupção e impasse político”. Lembrou que os Jogos foram abertos pelo presidente interino Michel Temer, mas também deixou seu elogio: “uma viagem musical”. Tom diferente do também Le Figaro, que preferiu exaltar o "ambiente festivo" do Maracanã.
Veja mais repercussão:
repercussão internacional, cerimônia de abertura, bbc (Foto: Reprodução / BBC)BBC diz que a festa foi "vibrante" (Foto: Reprodução / BBC)

repercussão internacional, cerimônia de abertura, la nacion (Foto: Reprodução / La Nacion)La Nacion chama de "espetáculo vibrante" a abertura da Olimpíada (Foto: Reprodução / La Nacion)
repercussão internacional, cerimônia de abertura, mirror (Foto: Reprodução / Mirror)"Abertura espetacular", crava o Mirror (Foto: Reprodução / Mirror)
repercussão internacional, cerimônia de abertura, olé (Foto: Reprodução / Olé)O Olé deixa a ironia de lado e elogia a "cerimônia colorida" organizada pelos vizinhos (Foto: Reprodução / Olé)
repercussão internacional, cerimônia de abertura, le mond (Foto: Reprodução / Le Mond)O Le Mond adota tom mais sério, mas também deixa seu elogio (Foto: Reprodução / Le Mond)
repercussão internacional, cerimônia de abertura, the guardian (Foto: Reprodução / The Guardian)The Guardian diz que o Rio conseguiu um "interessante contraste" com as aberturas de Pequim e Londres (Foto: Reprodução / The Guardian)
repercussão internacional, cerimônia de abertura, el pais (Foto: Reprodução / El Pais)El Pais destaca a "festa popular", mas fala em apenas 28 Jogos, sem contar os três não realizados por causa das guerras mundiais  que, no entanto, são contabilizados pelo COI (Foto: Reprodução / El Pais)
repercussão internacional, cerimônia de abertura, le figaro (Foto: Reprodução / Le Figaro)Le Figaro preferiu falar da festa ao invés de política (Foto: Reprodução / Le Figaro)

0 comentários:

Postar um comentário

Top Ad 728x90