Vote para eleger o Homem Mais Bonito e Sexy do Brasil

domingo, 20 de novembro de 2016

Lauren Jauregui assume bissexualidade em carta-aberta para Trump



O resultado das eleições presidenciais continuam exaltando o showbizz norte-americano. Entre diversas opiniões - afinal, na prática, ambos os candidatos tem nuances bem problemáticas em fatores diferentes - nesse nicho, se destacam as contra a eleição de Donald Trump. Após nomes como Nicki Minaj, Willow Smith, Lady Gaga e Katy Perry falarem sobre o assunto, Lauren Jauregui também expôs sua opinião, através de uma carta aberta divulgada em coluna na Billboard. 

A cantora do grupo Fifth Harmony falou sobre a plataforma de governo retrógrada e anti-minorias do político republicano: 

"Para todo e qualquer apoiador do Trump tentando falar que votar nele não significa ser racista, homofóbico, sexista, xenofóbico, idiota... Que você só gosta da maneira que ele não liga para o que as pessoas pensam e falava o que ele queria... Que ele não era um político, então não faz parte politicagem e não tinha dinheiro corrupto o bancando... Isso é para você: 

Suas palavras são inúteis, porque as suas ações levaram a uma destruição de todo o progresso social que fizemos como nação. Você, com sua pura ignorância e recusa em entender o funcionamento do governo e do mundo, deixou um magnata faminto assumir os Estados Unidos da América. (...) Vocês são HIPÓCRITAS. 

'Restaurar a América' é só estagnar o avanço da nossa consciência. Você votou numa pessoa que construiu uma campanha com base no ódio. Ele manipulou TODOS com facilidade, falando com as partes sombrias de vocês, que começavam a se sentir envergonhados da maneira que viam o mundo "politicamente correto". Ele ganhou, porque ele falou com as suas partes que se acham superiores ao resto de nós (assim como Hitler fez na Alemanha antes do Holocausto! Leiam a autobiografia dele: Mein Kampf)." 

Com bastante eloquência, a artista ainda discorre sobre igualdade de gênero, liberdade, racismo, sobre como usam a religião cristão como desculpa para o ódio, e ainda revela sua sexualidade, a qual sempre foi motivo de rumores entre os fãs:

"Eu sou uma mulher cubana-americana bissexual e sou orgulhosa disso. Sou orgulhosa de fazer parte de uma comunidade que projeta o amor, a educação e o apoio de um ao outro. Sou orgulhosa de ser neta e filha de imigrantes que bravamente deixaram suas casas para entrar num novo mundo com uma língua e cultura diferentes e se imergiram sem medo para começar uma vida melhor para eles e suas famílias." 

0 comentários:

Postar um comentário

Top Ad 728x90